Sexta, 19 de maio de 2017, 13h51
Tamanho do texto A- A+


Política / documento solicitado

Pleno mantém multa de ex-secretário por não envio de documentação

No recurso, o secretário alegou que a solicitação não foi formalizada de modo pessoal e pedia a rescisão da decisão

O Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso manteve a multa de 11 UPFs aplicada ao gestor da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Regularização Fundiária (Seaf), Suelme Evangelista Fernandes, por não apresentar documento solicitado pelo Tribunal de Contas.

 

O secretário recorreu de decisão singular do conselheiro Isaías Lopes da Cunha, que determinou a sanção em razão do secretário não ter encaminhado ao TCE-MT a declaração de não acumulação de cargo público do servidor Francisco de Assis Ribeiro de Sousa, no ato de sua posse (Processo nº 94609/2017).

 

No recurso, o secretário alegou que a solicitação não foi formalizada de modo pessoal e pedia a rescisão da decisão.

 

Porém, o relator do processo, conselheiro interino Luiz Carlos Pereira, afirmou que o TCE encaminhou dois ofícios, nos meses de abril e maio de 2015, e que ambos foram recebidos pela mesma servidora da secretaria.

 

Além disso, apesar de não enviar a declaração solicitada, Suelme Evangelista se manifestou nos autos da Representação de Natureza Interna e contou que o referido servidor havia sido exonerado do cargo que ocupava na secretaria.

 

“Mesmo que eventualmente fosse acatada a tese de ausência da citação pessoal válida, ressai dos autos que o autor compareceu espontaneamente ao feito e apresentou defesa, a qual foi analisada pela Secex no Relatório Técnico de Defesa”, revela trecho do voto do relator. O voto foi seguido por unanimidade pelos membros do Pleno.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados