Domingo, 16 de julho de 2017, 18h00
Tamanho do texto A- A+


Política / Cenário Nacional

Marina se apresenta como candidata em 2018 e discute chapa com aliados

Ela se reuniu com líderes da Rede, na última quinta-feira (13), após condenação do ex-presidente Lula



No mesmo dia em que o ex-presidente Lula se colocou como candidato a presidente em 2018, pelo PT, foi a vez de Marina Silva reunir-se com líderes do seu partido, a Rede, e tratar sobre assunto.

 

Na quinta-feira (13), após a condenação do petista pelo juiz Sérgio Moro, ela deixou clara a sua intenção de concorrer à Presidência da República e começou a planejar uma agenda de candidata.

 

Já nesta segunda (17), tem encontro marcado com artistas, no Rio de Janeiro. O evento é organizado pelo ator Marcos Palmeira e terá a participação de nomes que vêm defendendo a saída de Michel Temer do governo.

 

Durante a conversa com os seus aliados, Marina considerou que o país está dividido em dois polos, e que há espaço para a Rede ocupar a lacuna entre eles. Foi a primeira vez que a ex-senadora da capital fluminense se colocou no páreo para as próximas eleições.

 

Até então, havia apenas especulações sobre a possível chapa formada por ela e pelo ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. O assunto, aliás, foi uma das principais pautas do encontro. Marina confirmou, de acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, que atua para tê-lo nos quadros do partido.

 

Outro nome mencionado, e que também conta com o esforço da ex-senadora em levá-lo à Rede, é o do também ex-ministro do Supremo, Carlos Ayres Britto. Alguns nomes da legenda acreditam que ambos são vistos como opções ideais para compor uma chapa com Marina em 2018.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados