Quarta, 20 de junho de 2018, 11h14
Tamanho do texto A- A+


Política / emendas parlamentares

Governador se reúne com prefeitos e ouve demandas dos municípios

As principais demandas são referentes a convênios firmados com as Secretarias de Saúde, Cultura, Educação, Infraestrutura e Cidades

Haillyn Heiviny/ GCOM-MT

Clique para ampliar

O governador Pedro Taques se reuniu com prefeitos de diversos municípios do Estado para ouvir demandas. Os gestores buscam a viabilização de R$ 17 milhões em emendas parlamentares antes do dia 7 de julho, quando tem início a proibição de celebração de convênios entre o Executivo estadual e prefeituras, de acordo com a legislação eleitoral.

Taques pediu que os prefeitos pontuassem as prioridades de suas administrações, uma vez que os recursos serão disponibilizados conforme o fluxo de caixa do Estado. As principais demandas são referentes a convênios firmados com as Secretarias de Saúde, Cultura, Educação, Infraestrutura e Cidades.

“Sabemos que as emendas representam muito para os municípios e vamos buscar quitar ao máximo possível, conforme uma programação financeira estabelecida pela equipe econômica. Devido ao período de vedação eleitoral, precisamos que os gestores elenquem as prioridades de cada município e marcamos essa reunião para que eles nos trouxessem essa relação”, explicou o governador.

O prefeito de Barra do Bugres, Raimundo Nonato, pediu que fossem asseguradas emendas com recursos para obras de asfaltamento, iluminação do estádio municipal e de abastecimento de água.

“Sabemos do momento de dificuldade financeira que o Estado passa, mas até pequenos repasses nos ajudam a viabilizar obras importantes para nossos municípios”, Nonato.

O prefeito de Juaru, Pedro Pereira, buscou a viabilização de R$ 680 mil em emendas, principalmente, para o pagamento de eventos culturais realizados no município. “Também estamos buscando firmar convênio no valor de R$ 1,4 milhão para obras de recapeamentos em ruas da nossa cidade”, contou.

O secretário de Governo, Domingos Sávio, informou que somente em 2018 já foram pagos R$ 22 milhões em emendas parlamentares e o objetivo é de que os repasses alcancem o valor de R$ 50 milhões até o fim do ano.

“O valor pago este ano já é superior a todo o montante de 2017, quando foram destinados R$ 17 milhões em emendas. Tivemos que refazer a programação financeira dos pagamentos de emendas, pois com a greve dos caminhoneiros o impacto na arrecadação foi de R$ 80 milhões e precisamos priorizar o pagamentos dos salários dos servidores”, pontuou Domingos Sávio.

Ele também explicou que emendas que contêm restos a pagar ou que já estão sendo executadas não terão os pagamentos interrompidos, mesmo com o período de vedação eleitoral, garantindo que os recursos serão disponibilizados conforme o fluxo de caixa.

Estavam no encontro, os gestores dos municípios de Colniza, Celso Leite Garcia, Reserva do Cabaçal, Tarcisio Ferrari, Arenápolis, José Mauro Figueiredo, Nortelândia, Jossimar José Fernandes, Porto Esperidião, Martins Dias de Oliveira, Indiavaí, Valteir Quirino, Figueirópolis D’Oeste, Eduardo Vilela, Salto do Céu, Merson Prata, Nova Lacerda, Uilson José da Silva, Glória D’Oeste, Paulo Remédio, Rio Branco, Antonio Xavier de Araujo, o Totonho, e Lambari D’Oeste, Edvaldo Alves dos Santos.

Participaram da reunião os deputados estaduais Leonardo Albuquerque, Saturnino Masson, Romoaldo Junior e Wagner Ramos, além da secretária-adjunta de Relações Políticas, Paolla Reis.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados