Quinta, 28 de abril de 2011, 11h19
Tamanho do texto A- A+


Polícia / CLONAGEM

Receptador fura bloqueio e é preso durante acidente na BR-364

Um acidente de trânsito na BR-364, próximo ao Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, terminou com a prisão de Paulo Henrique Santiago Ferreira, 22 anos, na tarde desta quarta-feira (27). Segundo o delgado Adriano Henrique dos Santos, da Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá, a Polícia Rodoviária Federal havia interditado o local, mas Paulo Henrique acabou furando o bloqueio, momento em que os policiais o obrigaram a parar o carro no acostamento. Ele fazia o trecho Jangada-Cuiabá.


A checagem do veículo foi realizada ,e pelas placas, não constava irregularidades. Porém, ao verificar o número do chassi, a PRF descobriu que Paulo havia aplicado o famoso golpe “dublê”, ou seja, placa clonada, quando não há intenção de levá-lo ao desmanche, mas de circular com o mesmo, normalmente.


O Gol branco, placas de Várzea Grande NPI 4339, foi roubado no bairro Jardim Paula II, na Cidade Industrial. O automóvel é de propriedade do comerciante M.A.S, que registrou boletim de ocorrência no dia 1º de março deste ano.


Questionado, Paulo Henrique alegou que comprara o Gol ano 2009/2010 de um homem conhecido apenas como “Ceará”, na “Pedra”, antigo comércio livre de carros e motocicletas, localizado no bairro Dom Aquino, em Cuiabá.


O curioso dessa história é que ele alega que pagou R$ 6 mil pelo veículo, valor que no mínimo seria correspondente ao financiamento pago até o momento, assumindo assim, diversas parcelas. Mas, segundo Paulo Henrique, esse foi o valor final, sem parcelas.


Ele já foi enquadrado pelo artigo 157 – assalto a mão armada – e agora responderá pelo crime de receptação, cuja pena varia entre 1 a 4 anos. Convém ressaltar que o delito não cabe fiança, considerando ainda a prisão em flagrante do receptador.


AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados