Terça, 05 de junho de 2018, 10h11
Tamanho do texto A- A+


Polícia / na capital

Polícia Civil cumpre mandados de prisão contra homicidas

As ações realizadas pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá

Dois autores do homicídio que vitimou Erivelto Pereira da Silva, em janeiro de 2017, na Capital, tiveram os mandados de prisão cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, em ações realizadas pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

Os suspeitos, Wender Martins Carvalho e Genimaycon Gomes Pinto, 21, tiveram os mandados de prisão decretados pela 12ª Vara Criminal de Cuiabá, com base em investigações da DHPP, coordenadas pela delegada Ana Cristina Feldner, que identificaram os acusados como autores do homicídio.

No sábado (01), a equipe da DHPP deu cumprimento à ordem de prisão contra Wender, que já estava na Penitenciária Central do Estado por participação no roubo de uma loja na Capital.

A prisão de Genimaycon foi realizada, por policiais da Derf Cuiabá nesta segunda-feira (04), após denúncia anônima sobre uma pessoa com mandado de prisão em aberto, que trabalharia em um restaurante no Shopping Pantanal.

O suspeito estava em liberdade condicional com uso de tornozeleira eletrônica, porém, rompeu o dispositivo logo após o homicídio. Diante da denúncia, o acusado foi surpreendido pelos investigadores de polícia, no momento em que chegava ao seu endereço de trabalho.

Conduzido à Derf Cuiabá para cumprimento da ordem judicial de prisão, Genimaycon foi interrogado e, posteriormente, apresentado na DHPP, para providências nas investigações conduzidas pela Especializada.

Homicídio

O crime aconteceu no dia 08 de janeiro de 2017, no bairro Novo Paraíso II. Na ocasião, a vítima estava em via pública, quando suspeitos em um veículo Chevrolet Classic se aproximaram e efetuaram vários disparos de arma de fogo.

A vítima foi socorrida e encaminhada ao Pronto Socorro de Cuiabá, mas não resistiu aos ferimentos e morreu uma semana após o crime. Segundo as investigações, o homicídio foi motivado por uma discussão entre os suspeitos e a vítima, ocorrida em um bar, pouco tempo antes.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados