Segunda, 25 de abril de 2011, 20h15
Tamanho do texto A- A+


Polícia / CORRUPÇÃO

Guarda do Fórum da Capital se entrega e é preso

Procurado pela polícia desde a manhã de quarta-feira (20), quando o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) desencadeou a operação Ergástulo, o agente carcerário Valderson Wilson Guimarães se entregou aos promotores de Justiça do Gaeco, no início desta segunda-feira (25.)

 
O agente que atualmente trabalhava no corpo da guarda do Fórum da capital, responsável por acompanhar presos que são ouvidos pela Justiça durante depoimento, é acusado por facilitar a entrada de entorpecentes, celulares, chips e outros produtos na Penitenciária Central do Estado.


Quatorze pessoas foram presas na operação que teve como meta desarticular o crime organizado que estava sendo praticado com a ajuda de agentes públicos dentro do presídio da capital. De acordo com as investigações, criminosos atuavam nas imediações e dependências da Penitenciária (antigo Pascoal Ramos) intermediando o tráfico de drogas. Além de pessoas que cumprem pena no presídio, traficantes, policiais militares e agentes prisionais também faziam parte do esquema.


Segundo o promotor de Justiça Sérgio Silva da Costa, responsável pelas investigações, os interrogatórios colhidos serviram para confirmar a participação de cada um dos acusados na trama criminosa. "Nos foi revelado a fragilidade do sistema prisional na fiscalização de seus agentes e no controle dos materiais ilicitamente transportados para o interior da penitenciária”, afirmou o promotor.

 



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados