Quarta, 07 de março de 2018, 09h00
Tamanho do texto A- A+


Polícia / barra de bugres

Autores de homicídio por disputa de ponto de drogas são presos

O suspeito Jaksando Lustosa dos Santos, 30 anos, foi preso em frente sua residência, em Barra do Bugres

Dois homens acusados do assassinato de um jovem na cidade de Barra do Bugres (168 km a Médio-Norte) foram presos pela Polícia Judiciária Civil, em cumprimento de mandados de prisão temporária (30 dias). A motivação do crime está relacionada a disputa por pontos de venda de entorpecentes.

O suspeito Jaksando Lustosa dos Santos, 30 anos, foi preso em frente sua residência, em Barra do Bugres. Seu comparsa, Walisson Felipe Mazete Lopes, 20 anos, morador de Tangará da Serra, teve o mandado de prisão cumprido por policiais do Núcleo de Inteligência da Regional de Tangará, e do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), naquela cidade.

Os dois presos são apontados como autores da morte de Matheus da Silva Lima, 19 anos, na noite de 4 de janeiro. A vítima foi surpreendida e atingida por vários disparos de arma de fogo. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O fato ocorreu na Avenida Manoel Rodrigues, área central de Barra do Bugres.

Nas investigações, a Polícia Civil descobriu que Jaksandro, utilizando-se de um veículo, transportou o comparsa até o local onde estava a vítima para executá-la. Também deu fuga para Walisson, após ele efetuar os disparos na vítíma.

Durante buscas, autorizadas pela Justiça, na casa de Jaksandro, os policiais encontraram um revólver calibre 38, seis munições do mesmo calibre e trinta porções de maconha. Além de preso pelo mandado de prisão temporária, Jaksandro também foi autuado em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e tráfico de drogas. Ele possui condenação pela prática de homicídio no município de Sapezal (MT), sendo considerado de alta periculosidade.

De acordo com as diligências investigatórias, a motivação do crime decorreu de disputa por pontos de venda de drogas na região. O delegado João Paulo Praisner representou pela prisão temporária de ambos os suspeitos, tendo as prisões sido decretadas pela autoridade Judiciária, após parecer favorável do representante do Ministério Público.

O inquérito policial será concluído no prazo de 30 dias e remetido ao Fórum. Ambos os acusados responderão pelo crime de homicídio qualificado.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados