Quarta, 15 de agosto de 2018, 14h25
Tamanho do texto A- A+


Geral / ar

Recomendações diante da baixa umidade são reforçadas

Alguns cuidados devem ser adotados pelos cuiabanos, principalmente no período entre 10h e 16h

Com a umidade relativa do ar chegando à casa dos 12%, na tarde desta terça-feira (14), conforme apontamento do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a Prefeitura de Cuiabá está orientando a população sobre as medidas necessárias a serem adotadas durante o período de intenso calor e baixa umidade na Capital mato-grossense.

O alerta feito pelo Executivo segue a política de humanização na prestação dos serviços ofertados pelo Município, implantada pelo prefeito Emanuel Pinheiro, na qual está incluso o trabalho preventivo, visando possibilitar que o munícipe sofra o mínimo de desconforto possível diante da situação climática. Dessa forma, a Defesa Civil de Cuiabá recomenda que alguns cuidados sejam adotados pelos cuiabanos, principalmente no período entre 10h e 16h.

Conforme explica o diretor de Proteção e Defesa Civil do Município, Paulo Wolkmer, a época com clima seco começa a apresentar os primeiros indícios de queda na umidade no mês de julho, tendo agosto como pico e seguindo até primeira metade de setembro. A partir desse momento, a Capital começa a receber as primeiras chuvas, amenizando o quadro. As orientações prestadas pela Prefeitura são estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Com a constatação da queda na umidade relativa do ar, consideramos extremamente necessário realizar esse alerta, para que algumas precauções simples e práticas sejam adotadas. Sendo assim, recomendamos, de imediato, a suspensão da prática de atividades físicas, entre 10h e 16h. Essa é uma atitude que deve ser adotada inclusive nas escolas, mesmo que as atividades sejam realizadas em quadra coberta”, comenta o Wolkmer.

O diretor destaca que a prática da ação de precaução é fundamental para que a preservação da saúde e bem estar de todos esteja assegurada. Como complemento da primeira medida, ele aconselha ainda que o consumo diário de água seja aumentado e a exposição direta aos raios solares seja evitada, utilizando guarda-sol ou protetor solar. Também é indicado que em ambientes fechados faça-se o uso de umidificador, de recipiente com água ou, até mesmo, uma toalha molhada.

Confira a classificação dos estados de criticidade definida pela OMS:

Acima de 30% - Aceitável

Entre 21 e 30% - Estado de Atenção

Entre 12 e 20% - Estado de Alerta

Abaixo de 12% - Estado de Emergência



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados