Segunda, 09 de novembro de 2015, 23h00
Tamanho do texto A- A+


Geral / NO MÉXICO

Pai mata treinador porque a filha não foi convocada para jogar

O homem dispara contra o treinador de basquete em frente às crianças e foge, de acordo com a imprensa mexicana

Guillermo Audelo Cordero, professor de educação física e treinador da equipaede basquete da liga infantil Dragones de Chapultepec, foi morto a tiros pelo pai de uma das suas alunas, em Oaxaca, no México.

 

O incidente aconteceu no final de um jogo e, de acordo com os meios de comunicação mexicanos, Agélico Reyes disparou cinco tiros sobre Audelo, de 33 anos, porque ele não colocou sua filha, de 11 anos de idade para jogar.

 

Os dois começaram a discutir pelo fato da menina não ter sido convocada, quando Reyes perdeu as estribeiras e matou o treinador, tudo nas mesmas instalações onde estavam todas as crianças.

 

Reyes conseguiu fugir do local de táxi, com a esposa e com a menina. Agora está sendo procurado pelas autoridades.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados