Quinta, 21 de junho de 2018, 09h35
Tamanho do texto A- A+


Esportes / SELEÇÃO BRASILEIRA

Tite confirma equipe, nega Neymar no sacrifício e quer que astro siga 'transgressor'

“A escalação é coerência de uma sequência do trabalho”, explicou o treinador

Pedro Martins

Clique para ampliar

O Brasil está definido para enfrentar a Costa Rica, nesta sexta-feira em São Petersburgo. Em entrevista coletiva no palco do jogo, o técnico Tite confirmou o que se esperava e disse que vai manter a equipe que estrou na Copa do Mundo, em empate com a Suíça.

Assim, vão a campo Alisson; Danilo, Miranda, Thiago Silva e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Willian; Philippe Coutinho, Neymar e Gabriel Jesus.

“A escalação é coerência de uma sequência do trabalho”, explicou o treinador.

A presença de Neymar, claro, é uma ótima notícia. O atacante foi caçado na estreia, sofreu dez faltas e deixou o estádio mancando. Depois, abandonou o treino de terça-feira com dores no pé. Mas treinou normalmente no dia seguinte e vai para o jogo.

“Não, sem defasagem física. Foi uma pancada que ele teve. Tenho uma tranquilidade muito grande quanto a isso porque cinco jogos é o mínimo que ele precisa para ter essa plenitude física. E ele já acelerou bastante o processo”, começou Tite.

“Não é sacrifício, é um processo evolutivo. Etapas que apressa, mas está dentro do cronograma. Nós queremos vencer, mas técnico não vai pagar preço de saúde e desonestidade para vencer. Vai pagar o preço de ficar nervoso, não pensar bem no jogo. Mas saúde não vai pagar”, completou.

O treinador ainda garantiu que não teve nenhuma conversa especial com o atacante para pedir menos individualidade em campo. Neymar foi um pouco criticado na estreia por forçar jogadas ao invés de tentar um jogo mais coletivo.

“Absolutamente não (tive conversa com Neymar sobre individualidade). A informação é inverídica, não procede. Não teve. Todos os atletas tem a responsabilidade de ser coletivos e individuais. Não vou tirar do Neymar a característica de ser transgressor. Potencializar equipe, mas ir para dentro no último terço do campo. Característica do futebol brasileiro, não vou tirar”, disse Tite.

O Brasil entra em campo às 9h (de Brasília) para enfrentar a Costa Rica nesta sexta-feira. Com um ponto, a seleção de Tite precisa da vitória de qualquer jeito para não se complicar logo na primeira fase da competição. Sérvia (4 pontos) e Suíça (1), completam a chave.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados