Sexta, 13 de abril de 2018, 08h44
Tamanho do texto A- A+


Esportes / após expulsão

Rodrigo Caio acredita em São Paulo prejudicado: 'É uma vergonha'

O camisa 3 do Tricolor foi expulso aos 36 minutos do primeiro tempo por ter acertado o braço na cabeça do atacante Marco Ruben

Areté Editorial S/A

Clique para ampliar

Fora da segunda e decisiva partida do confronto com o Rosario Central pela primeira fase da Copa Sul-Americana, o zagueiro Rodrigo Caio classificou a atuação do árbitro peruano Victor Carrillo como vergonhosa. O camisa 3 do Tricolor foi expulso aos 36 minutos do primeiro tempo por ter acertado o braço na cabeça do atacante Marco Ruben.

- Não tinha sido falta. Ele só parou a jogada porque viu o jogador deles no chão e quando percebeu o sangue decidiu me dar o cartão vermelho. É uma vergonha. Fico triste por ter acontecido isso porque acaba prejudicando a minha equipe. É um erro do juiz e isso acaba acontecendo constantemente. Então, a gente precisa ter alguma atitude do pessoal superior a isso porque o futebol vem ficando chato. A juizada vem errando muito - disse o defensor do Tricolor, relembrando outros erros recentes da arbitragem.

Foi o primeiro cartão vermelho do São Paulo em 22 jogos da temporada. Apesar da punição, o zagueiro fez questão de comentar sobre o lance e reiterar seu posicionamento sobre a falta que deixou o Tricolor com um jogador a menos em campo. A questão numérica foi apenas equilibrada aos 36 minutos do segundo tempo, quando Carrizo, capitão do Rosario Central, levou o segundo cartão amarelo por falta em Éder Militão.

- Nem abri os braços, eu subi mais do que ele. Quando peguei a bola escorei para o Arboleda e acho que, na hora que eu caí, não sei, não senti que pegou no rosto dele. Na hora que o juiz viu o sangue ele me deu o vermelho. Ali é questão de jogo - pontuou Rodrigo Caio logo após o apito final no estádio Gigante de Arroyito, na Argentina.

No dia 9 de maio, às 20h45, o São Paulo recebe o Rosario Central, no Morumbi. Para avançar de fase, o Tricolor precisa de uma vitória simples. Empate sem gols leva o confronto para a decisão por pênaltis, enquanto qualquer igualdade com gols dá a vaga para a equipe argentina.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados