Domingo, 18 de junho de 2017, 08h22
Tamanho do texto A- A+


Esportes / São Paulo

Lucas Pratto elogia sistema defensivo e pede melhora no ataque

Argentino vê defesa do Tricolor mais estável. Na frente, ele faz autocrítica e diz que setor, reforçado hoje pelo peruano Cueva, precisa melhorar

Érico Leonan

Clique para ampliar

Lucas Pratto é um dos líderes do São Paulo e acredita que a equipe tem totais condições de brigar na parte de cima da tabela do Campeonato Brasileiro. Para que isso aconteça, ele cobra uma melhora no sistema ofensivo.

 

Afinal, na visão do argentino, a defesa, enfim, estabilizou-se a partir do momento em que o técnico Rogério Ceni adotou o esquema com três zagueiros.


Neste domingo, contra o Atlético-MG, às 16h, no Morumbi, o camisa 14 espera ver um time mais equilibrado.


O São Paulo acumula cinco gols sofridos em sete partidas. Mas três deles foram no clássico contra o Corinthians, domingo passado, quando a equipe sofreu com falhas individuais. No ataque, o Tricolor não figura entre os principais da competição: são oito gols marcados.

 

– Mudamos a identidade da equipe porque estávamos tomando muitos gols (no começo do ano). O Rogério encontrou a formação com três zagueiros. Contra o Corinthians, mudamos um pouco a formação no ataque, mas mantivemos os três zagueiros e, se não fossem erros individuais e conceituais, não teríamos perdido e seríamos a melhor defesa. O trabalho defensivo está muito bom. No ataque, estamos com dificuldade – analisou o camisa 14, que enfrentará neste domingo seu ex-time, o Atlético-MG, pela primeira vez.


Para melhorar o poder ofensivo, Ceni contará com um retorno importante: o peruano Cueva, que voltou da seleção peruana após disputar amistosos contra Paraguai e Jamaica.

 

Apesar de deixar o torcedor em dúvida sobre sua fase atual, o camisa 10 ainda é a esperança para que o setor mostre mais criatividade, pois, nos últimos jogos, ficou nítida a falta de um armador no Tricolor.

 

Além disso, a tendência é que Marcinho, que vinha atuando como ala, também seja escalado em sua posição de origem, na ponta. Isso porque Bruno e Buffarini estão recuperados e um deles deve ser escalado pelo treinador pelo lado direito da defesa são-paulina.


Quem também pode pintar diante do Galo é Denilson. Contratado do Avaí, o jogador teve sua documentação regularizada no BID da CBF e foi relacionado pela comissão técnica. Ele começará no banco de reservas.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados