Terça, 05 de dezembro de 2017, 10h00
Tamanho do texto A- A+


Esportes / ESPERANÇA

Hernanes ainda acredita em chance de ir à Copa e promete treinar até nas férias

Profeta entende que duas ou três vagas no grupo de Tite estão abertas

Um dos maiores responsáveis pela permanência do São Paulo na Série A do Campeonato Brasileiro, o meia Hernanes espera que o clube possa renascer em 2018. Depois de grandes atuações e de estar aliviado por ajudar o clube a evitar o inédito rebaixamento, o jogador ainda alimenta a esperança de ser chamado por Tite para disputar a Copa do Mundo da Rússia.

– Acredito que ainda é possível, o grupo não está todo fechado. Vou me preparar desde as férias para voltar em alto nível. Duas ou três vagas ainda não estão definidas. Vou lutar pela chance – disse Hernanes, durante a entrega da Bola de Prata, da ESPN Brasil.

O problema é que haverá apenas mais uma convocação antes da lista final para a Copa do Mundo. Em março, Tite vai chamar jogadores para amistosos diante de Rússia e Alemanha, nos dias 23 e 27 do mesmo mês, respectivamente. Para manter a esperança de ir ao Mundial, Hernanes terá que estar nessa convocação.

O futuro do São Paulo

O jogador voltou a falar sobre a expectativa por dias melhores no São Paulo. Com a manutenção da base e a chegada de reforços, ele acredita que o time poderá voltar a brigar por títulos.

– O São Paulo passa por um momento de transição. Espero que já tenha passado o pior ou que seja o início do fim. No passado recente, tivemos mudanças de técnicos, de jogadores, de diretoria. Ou seja, mudou tudo. Leva um tempo para que tudo se estabilize. Por isso que peço a manutenção da base para 2018. O nosso segundo turno no Brasileiro já foi muito bom e isso pode ser mantido na próxima temporada – afirmou o jogador, durante a entrega da Bola de Prata, da ESPN Brasil.

Ele fez questão de agradecer ao torcedor são-paulino, que deu show nas arquibancadas e ajudou a equipe a não ser rebaixada.

– O que eles fizeram foi inédito, extraordinário. Foi uma barragem de energia vinda das arquibancadas. Lembro quando eles nos acompanharam até o Pacaembu. A cada chegada no Morumbi era uma festa fantástica. Sem dúvida, nos ajudaram demais. Juntos, conseguimos evitar o pior. Mais uma vez, agradeço a manifestação e o amor do torcedor do São Paulo – disse.

Um dos líderes do elenco, o camisa 15 também falou sobre Diego Lugano. Ele torce pela permanência do uruguaio no clube em 2018.

– Conversamos pouco. Perguntei a ele o que faria no futuro, disse que estava indeciso, avaliando as situações. Se ele aceitar, será ótimo, é um cara bacana demais, profissional, diferenciado. Sem dúvida, ajudaria muito.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados