Segunda, 05 de março de 2018, 09h44
Tamanho do texto A- A+


Esportes / com Corinthians

Balbuena vê renovação encaminhada e cita nova reunião

Ele espera que chegue a uma definição

Daniel Augusto Jr.

Clique para ampliar

Apesar da novela se arrastar desde o ano passado, o zagueiro Balbuena ainda classifica a situação de sua renovação de contrato com o Corinthians como encaminhada. O paraguaio disse que seus empresários retornarão ao Brasil nesta semana para se reunir novamente com a diretoria do Timão. Ele espera que chegue a uma definição.

- Não teve avanço (depois das últimas conversas), teve, sim, comunicações, acho que vão marcar uma nova reunião nesta semana. Meus empresários não são daqui, fica um pouco mais difícil. Mas eles estão falando, sim. Como falei dias atrás, na minha percepção, está tudo encaminhado e espero que se resolva logo - afirmou o zagueiro.

A última conversa entre os empresários de Balbuena e o Corinthians foi há duas semanas. Na ocasião, eles discutiram valores, mas não chegaram a acordo. O zagueiro tem contrato até o fim deste ano e discute renovação desde o fim do ano passado, ainda na gestão do presidente Roberto de Andrade.

- Eu deixo mais a critério deles, estou mais focado no trabalho, tem muitos jogos seguidos, não posso tirar minha concentração disso. Trabalho com meus empresários há dez anos, tenho toda confiança neles, o que eles decidirem, vai ser praticamente o que estou falando também - disse Balbuena.

A demora para chegar a um acordo já gerou desgastes. Balbuena e Corinthians ficaram irritados, há duas semanas, com a circulação de informação que falava de um pedido de R$ 16 milhões da parte do jogador para renovar o contrato. As duas partes negaram os valores. O Corinthians propõe um novo vínculo válido por quatro temporadas. A diretoria teme que a situação se arraste muito como foi com Pablo, que deixou o clube no ano passado brigado com a diretoria.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados